Quem somos

O Lar dos Idosos Nossa Senhora da Saúde da Sociedade de São Vicente de Paulo é uma ILPI (Instituição de Longa Permanência para Idosos) na modalidade Casa-Lar, sendo esta de cunho filantrópico, conveniada com a Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, tendo capacidade para 20 moradores. A entidade é destinada a idosos carentes de 60 anos ou mais, com grau de dependência I e II de acordo com o RDC 283/2005 da ANVISA, moradores da cidade de Belo Horizonte e que tenham seus direitos violados e negligenciados.

Começou como uma Vila Vicentina criada em 13/12/1951, no Bairro São Geraldo situado a Rua Potomaio, 427. Uma construção simples de mais ou menos 10 barracões, que abrigava idosos e seus familiares e um grupo formado por vicentinos da SSVP – Sociedade de São Vicente de Paulo, denominados confrades e consórcias quem os auxiliavam com cestas básicas e pagamentos de outras contas. Em 18/05/1997 reuniram-se em assembleia para promover a fundação de um Lar de Idosos, pois no bairro havia muitos idosos desamparados passando por momentos difíceis sem um local para morar.Após uma exigência da vigilância sanitária em 08/08/1997 foi fundado o Lar dos Idosos Nossa Senhora da Saúde para melhor atender os idosos que já residiam na antiga Vila Vicentina, através de regulamentação específica. Foram construídos além dos quartos que já existiam banheiros, um refeitório, uma cozinha, um salão para reunião com recursos do Conselho Particular de São Geraldo, da comunidade paroquial, doação pública e outros. As atividades tiveram inicio precariamente e o atendimento foi melhorando a cada dia de acordo com a secretaria municipal do idoso e a vigilância sanitária. Conferências Vicentinas fundadas na época da fundação do Lar dos Idosos e que eram mantenedoras desta obra. Hoje, a entidade tem capacidade para atender 20 idosos. A mesma já contou e conta com o apoio e parceria de vários programas projetos e entidades.

A entidade tem como finalidade promover o acesso à saúde, à religião, à cultura, à segurança, à moradia digna, promoção da convivência intergeracional e à manutenção de vínculos com familiares e a comunidade.